Pular para o conteúdo
Voltar

Governo debate melhorias para assistência técnica nos municípios

Henrique Pimenta | Seaf-MT

Conferência Municipal de ATER - Foto por: Henrique Pimenta
Conferência Municipal de ATER
A | A

A última etapa territorial e intermunicipal da Conferência Nacional de Assistência técnica e Extensão Rural, ocorreu esta semana no Centro de Eventos de Nossa Senhora do Livramento, com a presença de pequenos produtores, técnicos agrícolas e o secretário de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários, Suelme Fernandes.

O evento teve como objetivo diagnosticar a situação da assistência técnica e extensão rural, debatendo os entraves e levantando dados técnicos dos municípios para as conferências estadual e nacional, que ocorrerão ano que vem.

“Com essas discussões em pauta, temos a garantia da inclusão das demandas da sociedade na construção de políticas públicas, que fortaleçam a assistência no campo e garantam o fortalecimento da agricultura como matriz econômica, o aumento da produção, a qualidade dos produtos para o mercado e, acima de tudo, a valorização do homem do campo”, comentou José Pinheiro, servidor da Associação Mato-grossense dos Municípios.

Foram discutidos na conferência os seguintes eixos temáticos: “Agroecologia e alimentos saudáveis”, pautando sobre o “Sistema Nacional de Ater – fortalecimento institucional, estruturação, gestão, financiamento e participação social”, “Ater e Políticas Públicas para a Agricultura Familiar” e Formação e Construção de Conhecimento na Ater”. Também foram trabalhados eixos transversais sobre metodologias específicas de ATER para mulheres, jovens e comunidades tradicionais.

O secretário Suelme Fernandes frisa que o Governo está debatendo a assistência técnica com o intuito de melhorar o atendimento a quem realmente precisa. “Estamos reestruturando a Empaer com novos veículos, licitação do novo prédio, o PDV e novos equipamentos para que a assistência técnica chegue na ponta, e estamos presentes nesta conferência para levantar o debate municipal para a conferência estadual que realizaremos ainda no primeiro semestre de 2016”.

Foram realizadas etapas da conferência em sete territórios, sendo Rondonópolis, Colíder, Cáceres, Barra do Garças, Confresa, Nortelândia, Juína e por último, Nossa Senhora do Livramento.

As estratégias e ações prioritárias definidas nesses sete encontros serão debatidas na Conferência Estadual de ATER, que deve acontecer até 5 de abril de 2016, e na 2ª Conferência Nacional de Ater, prevista para ocorrer até junho do mesmo ano.

As conferências territoriais e intermunicipais são organizadas pela superintendência regional do Ministério de Desenvolvimento Agrário e pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar, por meio do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável, com o apoio da Empaer, AMM, Fase e Nedet.