Pular para o conteúdo
Voltar

Governo incentiva agricultura familiar com crédito

Crédito será de R$ 20 mil por família da agricultura familiar, para estimular a produtividade na zona rural
Henrique Pimenta | Seaf MT

Seaf MT - Foto por: Henrique Pimenta
Seaf MT
A | A

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários e o Desenvolve MT, apoia os pequenos produtores da baixada cuiabana com financiamento e crédito para incentivar a produtividade das famílias rurais.

Os produtores da Associação de Produtores de Arroz da Forquilha do Manso (Apraf), que fica em Rosário Oeste, estiveram nesta segunda (21) em Cuiabá para assinar o termo de compromisso na Seaf e em seguida no Desenvolve MT, que garante para 10 famílias, um total de R$ 200 mil de crédito, para alavancar a produção de arroz na baixada cuiabana.

Outras 15 famílias deverão ser beneficiadas com o crédito e a Seaf irá destinar até o final do ano, uma patrulha mecanizada para Apraf em parceria com a Associação da Fazendinha, com objetivo de trazer tecnologia para facilitar o plantio de hortaliças. O projeto conta com apoio da Prefeitura Municipal de Rosário Oeste por meio da Secretaria Municipal de Agricultura.

“Estivemos no início do ano em Rosário Oeste e em menos de 6 meses, com a parceria do Desenvolve MT, estamos atendendo o pequeno produtor com uma demanda essencial: o crédito, que é importante para que ele possa alavancar sua produção e o lucro familiar na zona rural”, comentou o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Suelme Fernandes.

Com o investimento, os pequenos produtores pagarão os R$ 20 mil de crédito de forma parcelada e com juros baixo, sendo útil o dinheiro na compra de defensivos agrícolas, calcário e adubo. Estima-se que 16 hectares de plantio de arroz terão maior produtividade com o investimento do Estado.

Segundo Francisco Reinaldo da Silva, pequeno produtor de arroz da Forquilha do Rio Manso, o objetivo da comunidade é desenvolver a Forquilha com o plantio da agricultura familiar e sem o Estado, para eles existe a dificuldade de conseguir financiamento no banco, logo esse apoio é uma conquista muito grande para a Apraf.