Pular para o conteúdo
Voltar

Governo e Prefeitura realizam 1º Seminário da Agricultura Familiar em Nova Brasilândia

Rosana Persona | Empaer MT

A | A

O 1º Seminário da Agricultura Familiar será realizado nesta quarta-feira (28.06), no município de Nova Brasilândia (215 km ao Sul de Cuiabá), com o objetivo de ouvir os produtores rurais, verificar as demandas e encontrar soluções para desenvolver as cadeias produtivas. O evento começará às 8 horas, na Câmara Municipal, com palestras e debates. A expectativa é que participem 100 agricultores familiares da região.

O seminário é realizado pela Prefeitura Municipal, em parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf) e da Empaer. Também é parceira a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Mato Grosso (Fetagri), entre outras entidades.

O extensionista da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Sandro Negretti, esclarece que com as demandas levantadas no encontro, será possível traçar um diagnóstico da realidade no campo, com alternativas para a melhoria da produção. Ele destaca que, até o final deste ano, o asfalto estará concluído, num trecho de 39 quilômetros, facilitando o acesso dos produtores e compradores de municípios vizinhos.

Durante o evento, Sandro abordará o panorama da agricultura familiar e suas potencialidades no município. “O Seminário pretende construir uma estratégia municipal para fortalecimento da agricultura familiar, possibilitando intercâmbio e articulação técnica e política em benefício da atividade rural”. Serão debatidos temas como infraestrutura, logística, certificação sanitária, crédito rural, industrialização, comercialização, organização dos produtores rurais em sindicatos, associações ou cooperativas, e outros.

O município tem aproximadamente 700 agricultores familiares, entre tradicionais e assentados. A base da economia é a pecuária de leite, com uma produção de 75 mil litros leite por mês. Ao final do evento, os participantes vão elaborar uma proposta que será executada no município, dentro das cadeias produtivas. O encerramento está previsto para as 12 horas.