Pular para o conteúdo
Voltar

Seaf e Embrapa Pantanal firmam parceria para ações voltadas à agricultura familiar

Henrique Pimenta | Seaf-MT

Embrapa MS e Seaf selam parceria - Foto por: Henrique Pimenta
Embrapa MS e Seaf selam parceria
A | A

Estreitar relações e trabalhar de forma cooperada com os temas de produção da agricultura familiar e preservação do bioma Pantanal. Este foi o objetivo da visita do novo chefe-geral da unidade Pantanal da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com sede em Corumbá (MS), Jorge Lara, à Secretaria de Estado de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários (Seaf-MT).

Na ocasião, ele, que é especialista em piscicultura, conversou com o titular da Seaf, Suelme Fernandes, para desenhar um plano de apoio entre as duas instituições, que atuam no mesmo bioma Pantanal e já possuem atividades complementares quando o tema é de pequena escala.

“A Embrapa possui 47 unidades no Brasil e mais de 2.400 pesquisadores, logo penso que seja importante essa interação entre a nossa empresa e o Governo de Mato Grosso, que nos recebeu muito bem e com certeza atuaremos de forma cooperada, pensando na sustentabilidade ambiental”, comentou o chefe-geral, Jorge Lara.

A Embrapa Pantanal foi criada em 1975 e possui 129 funcionários que atuam em diversas áreas de pesquisa agropecuária, como agricultura familiar com foco em agroecologia.

Segundo Suelme Fernandes, uma cooperação técnica deverá ser assinada no próximo mês, entre a Seaf e a Embrapa Pantanal. “O objetivo é que a instituição ajude o Estado com expertise em agroecologia, ecoturismo rural e também com o intercâmbio entre os técnicos que já atuam na bacia pantaneira”.

Atualmente, a Seaf já possui cooperação técnica, assinada pelo governador Pedro Taques, em 2015, com a Embrapa Agrossilvipastoril de Sinop. Já foram realizados capacitações e apoio na transferência de tecnologia. Esta será a primeira vez que o Estado trabalhará de forma conjunta com a Embrapa Pantanal.

Jorge Lara é graduado em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), é mestre e doutor em Ciência de Alimentos pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e pós-doutor em Biotecnologia Animal pela Universidade de São Paulo (USP/Esalq) e tomará posse no próximo dia 22, em Corumbá.