Pular para o conteúdo
Voltar

Governo do Estado publica resultado de licitação do prédio sede da Empaer-MT

Henrique Pimenta | Seaf MT

Novo prédio Empaer-MT - Foto por: Seaf MT
Novo prédio Empaer-MT
A | A

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários e a Secretaria de Cidades, publicou no Diário Oficial desta terça-feira (20/09/2016) o resultado do Processo de Licitação para Construção do Prédio da Empresa Matogrossense de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (EMPAER-MT), localizado no Centro Político Administrativo de Cuiabá.

Trata-se de uma das principais metas prioritárias do governador Pedro Taques desde a sua campanha ao Governo de Estado. A Empresa vencedora do Processo de Licitação – modalidade Concorrência Pública 005/2016 SECID, foi a L.P Engenharia Eireli que apresentou o valor de R$ 5.440.805,00 para execução da obra.

A obra é proveniente do Convênio 751791/2010 do Governo Federal via Ministério do Desenvolvimento Agrário – MDA e Governo do Estado de Mato Grosso através da Secretaria de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários. A obra encontra-se paralisada desde janeiro/2014 em consequência da falta de acordo entre a construtora e o Governo do Estado com referência a disponibilidade de recursos financeiros para atendimento aos reajustes previstos em lei. Do total da obra foram realizados apenas 8%, conforme medição efetuada pela Caixa Econômica Federal.

A Secretária de Estado de Agricultura Familiar, Vanessa Queirós, informou que a obra deveria estar concluída desde 2013 e que a atual Administração fez várias gestões junto ao Governo Federal e a Bancada Federal de Mato Grosso, em Brasília, para não perder este importante recurso para o Estado. “Esta é a resposta do nosso governo aos pessimistas. No início da gestão do governo Pedro Taques e do secretário Suelme Fernandes, a ordem foi, em tempos de crise, não devolver um centavo de recursos oriundos de Convênios com o Governo Federal por falta de Gestão e alocação de recursos financeiros de Contrapartida. Houve grande empenho para dar uma resposta à sociedade mato-grossense”, declarou Vanessa.

Trata-se de um sonho dos agricultores, pesquisadores e extensionistas rurais de Mato Grosso, onde o novo prédio que terá 3.175m² com três andares, elevador para acessibilidade, auditório para 120 pessoas, salas de reuniões, refeitório e biblioteca, terá a finalidade de melhorar as condições de planejamento, trabalho e atendimento à classe trabalhadora rural.

A SEAF e a SECID estão providenciando o Empenho Contrato financeiro e documentações a serem encaminhadas à Caixa Econômica Federal para liberação da Ordem de Serviço para o início da execução da obra ainda em 2016.