Pular para o conteúdo
Voltar

Produtor de São Pedro da Cipa cria aves caipiras em galinheiro móvel

Rosana Persona | Empaer MT

Criação de aves - Foto por: Gcom
Criação de aves
A | A

Uma inovação simples para criação de galinhas caipiras poedeiras. Assim pode ser definida a construção do galinheiro com rodas (móvel) pelos produtores João Moreira (78 anos), popular João Calado, e sua esposa Terezinha Martins de Souza (67 anos), proprietários do Sítio Sossego, no município de São Pedro da Cipa (148km ao Sul de Cuiabá). Com o investimento na ordem de R$ 900,00 para criação de 30 galinhas poedeiras, o galinheiro móvel possui oito metros quadrados de comprimento e pode criar aves para corte e para produção de ovos.

A produtora rural Terezinha, que conhece bem a criação de galinha caipira, está motivada com a nova tecnologia que vai proteger os ovos de predadores. Ela destaca que estão empenhados a criar as galinhas de forma mais organizada e a intenção é também construir outro galinheiro móvel para criação de pintinhos. “Sempre soube que a galinha caipira fica mais a vontade solta, nunca tinha feito um galinheiro ainda mais móvel. Estou confiante e satisfeita”.

Proprietários de uma área de cinco hectares, Terezinha conta que a maioria do espaço é utilizada para criação de gado de leite e o restante para plantio de feijão, melancia, abóbora, maxixe e outros. A produção é para o consumo da família e o excedente é comercializado na cidade. Só este ano, o casal já vendeu mais de 40 quilos de feijão no comércio local. Com o novo galinheiro, a intenção é comercializar os ovos da galinha caipira por um preço de R$ 7,00 a dúzia. “Assim que o galinheiro móvel estiver com as aves, acredito que estarão protegidas e produzirão muito mais ovos”, enfatiza.

A ação foi desenvolvida pela extensionista da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Carmencita Stefanello Tabareli, que declara que o galinheiro móvel é uma inovação simples, mas muito útil aos agricultores. A estrutura pode ser construída pelo próprio produtor e não exige alto investimento. Com esse galinheiro, as aves ficam em contato direto com o solo, alimentando-se de insetos e vegetais, fazendo ainda a adubação do solo.

Alternativa de renda

A produção de galinhas, frangos e ovos caipiras consiste em alternativa de renda e segurança alimentar para o agricultor familiar. A atividade requer baixo custo de instalações e é possível desenvolvê-la em aviários (galinheiros) alternativos, utilizando materiais reaproveitáveis e disponíveis na propriedade, como sobras de materiais de construção (tubos, lonas, madeiras, forros de PVC), bambu, etc. Conforme Carmencita, o galinheiro móvel oferece segurança para as aves contra predadores, facilidade de deslocamento, manejo sanitário, melhor aproveitamento do gramado ou pastagens, entre outros benefícios.

A extensionista da Empaer explica que o modelo proposto na propriedade Sossego possui formato de iglu, com dimensões de 2,0 metros de largura, por 4,0 metros de comprimento e 2,0 metros de altura. A estrutura conta com uma área útil total de oito metros quadrados, suficientes para a criação de 40 galinhas de postura (5 galinhas/m²) ou 64 frangos de corte (8 frangos/m²). O produtor poderá adaptar o tamanho do aviário de acordo com o objetivo de criação. As aves permanecerão em tempo integral no interior do aviário durante todo o ciclo produtivo.

Ela acrescenta que esta tecnologia é do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), que adaptou modelos de aviários móveis com o objetivo de desenvolver uma estrutura mais leve, prático, durável e de baixo custo, mas que também garante o bem-estar das aves e o controle sanitário.