Pular para o conteúdo
Voltar

Seaf reativa câmara técnica e apresenta projeto para cadeia leiteira

Desde 2010 câmara técnica não se reunia para debater pautas estratégicas da cadeia leiteira
Henrique Pimenta | Seaf-MT

Câmara técnica leite - Foto por: Henrique Pimenta/Seaf-MT
Câmara técnica leite
A | A

A Secretaria de Agricultura Familiar e Assuntos Fundiários de Mato Grosso reativou nesta terça-feira (17) a câmara técnica da cadeia produtiva do leite, que estava sem funcionar há seis anos.

A reunião contou com a participação de diversas entidades ligadas à agricultura familiar e à bacia do leite. “Retomamos esta importante câmara técnica que estava desativada desde 2010, para que as entidades possam discutir e contribuir na elaboração dos projetos e demandas dos produtores de leite da agricultura familiar mato-grossensse”, comentou o secretário titular da Seaf, Suelme Fernandes.

Médicos veterinários da Seaf apresentaram o “Pró-Leite” – programa de desenvolvimento da cadeia produtiva do leite, para atendimento aos pequenos produtores por meio de capacitação continuada de técnicos da Empaer e secretarias municipais de agricultura. No projeto serão selecionadas propriedades rurais nos principais municípios pólo produtores de leite, para implantação de Unidade de Referência Tecnológica – URT.

Segundo a gerente de Mercado Agro do Banco do Brasil, Juliana Bester, as instituições financeiras veêm com bons olhos os projetos do Governo. “Percebemos a viabilidade técnica do Pró-Leite e o banco se dispõe a dialogar a respeito do crédito, que tanto se faz importante na hora do agricultor familiar investir”.

Participaram da reunião representantes da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural, Aproleite, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; Banco do Brasil, Banco da Amazônia, OCB, MT Fomento, Instituto de Defesa Agropecuária, Famato, Senar e Associação Mato-grossense dos Municípios.