Pular para o conteúdo
Voltar

Seaf, Empaer e Acrismat elaboram plano para capacitação de pequenos produtores

A proposta é atender inicialmente a região da Baixada Cuiabana com a oferta de assistência técnica.
Naiara Martins | Seaf-MT

Mato Grosso é o quinto maior produtor de suínos do Brasil. - Foto por: Fazu Uberaba
Mato Grosso é o quinto maior produtor de suínos do Brasil.
A | A

As boas práticas no manejo da cadeia produtiva de suínos têm garantido ao Estado de Mato Grosso a certificação internacional de zona livre da peste suína clássica. Emitido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), o certificado garante a manutenção de importantes mercados consumidores e a possibilidade de novas negociações internacionais.

 

Pensando no aumento seguro da produção, a Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) e a Associação de Criadores de Suínos (Acrismat) estudam desenvolver uma parceria para a oferta de capacitação técnica de manejo e sanidade aos pequenos produtores.

 

Mato Grosso é o quinto maior produtor de suínos do Brasil. O número representa cerca de 3 milhões de cabeças, distribuídas em 450 granjas, que operam com o uso de tecnologia e sob rigorosos padrões sanitários. Por outro lado, o estado possui cerca de 40 mil pequenas propriedades que atuam de maneira não convencional na produção de suínos.

 

A proposta é atender inicialmente a região da Baixada Cuiabana com a oferta de assistência técnica, inserindo no dia a dia do produtor orientações sobre práticas mais saudáveis. Além de garantir a sanidade, o projeto também dará prioridade ao bem estar animal.

 

“Não adianta ofertamos dezenas de cursos e palestras se não houver o acompanhamento do produtor no dia a dia da lida; nossa proposta é dar condições para que nossos técnicos percorram rotineiramente as propriedades, acompanhando o manejo dos animais e aplicando as correções necessárias”, afirmou o secretário de Estado de Agricultura Familiar (Seaf), Silvano Amaral.

 

Também faz parte do projeto o incremento econômico com o envolvimento das famílias, em especial, das mulheres, na produção de embutidos, defumados e artesanatos. A Empaer ainda trabalha para a instalação de um plantel no município de Nossa Senhora do Livramento, onde serão fornecidas matrizes reprodutoras de alta qualidade.

 

Além do secretário da Seaf, Silvano Amaral, também participaram das discussões o presidente da Empaer, Renaldo Loffi e o diretor-executivo da Acrismat, Custódio Rodrigues de Castro.